As lentes e suas siglas

Você já reparou naquelas letrinhas escritas na lente da sua câmera? Elas são siglas que variam em VR, EOS, DX, HSM, SWD, AS-F, entre outras. Saber o que elas significam é importante no momento de comprar a sua lente.

Apesar de serem diferentes entre si, as siglas muitas vezes significam as mesmas coisas, mas em lentes de fabricantes diferentes. Elas mostram características especiais da lente, desde seu funcionamento, até a qualidade dos elementos ópticos que estão dentro dela.

Para sanar suas dúvidas e te ajudar na hora da compra, preparamos esse guia com algumas siglas! Hoje falaremos sobre algumas propriedades das lentes NIKON!
lente_nikon

LENTES NIKON

AI – Aperture Indexing – Indexação de abertura
Aperture Indexing é um sistema que permite que as lentes se comuniquem com a câmera através de um contato mecânico. Assim, a lente informa ao corpo seus valores de abertura. A abertura é manual, mas é realizada ao girarmos um botão no corpo da câmera, e não pelo anel de abertura que outras lentes têm. Esse sistema foi lançado pela Nikon em 1977.

AF – Auto Focus – Foco Automático
São lentes preparadas para foco automático, mas que não possuem o motor necessário para isso dentro delas. O motor de autofoco deve estar no corpo da câmera. Foram lançadas em 1992.

AF-S – Build in Auto Focus Motor – Motor de Auto Foco Incorporado
Lançada em 1996, essa classe de lentes possui motor de auto-foco embutido. Além de poder ser utilizado em mais câmeras, possui um sistema de focagem mais rápida e silenciosa que as lentes AF. Por não possuir um anel de abertura mecânico, quando usadas em câmeras mais antigas, atuam sempre em sua menor abertura.

D/G – Distance Information – Informações de Distância
Essas lentes informam a distância entre a câmera e o que estamos fotografando. Assim, foi possível avanços na fotometria matricial 3D e no sensor do flash, permitindo que o flash fizesse uma iluminação mais correta e equilibrada.

VR – Vibration Reduction – Redutor de Vibração
Diminui o efeito do tremor das câmeras em fotos de baixa velocidade. A lente identifica o tremor do fotógrafo e, através de motores internos, corrige isso, permitindo fotos mais nítidas. É muito útil quando você for fotografar em ambientes escuros. Mas, prepare o bolso. Lentes VR são mais caras que as comuns.

No próximo post sobre as propriedades das lentes, falaremos um pouco sobre as lentes CANON! Fique de olho! 😉

Um abraço!

Professor Diego Balbino
http://www.diegobalbino.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s