Enquadramento: planos e ângulos

Olá apaixonados por fotografia! Cá estamos novamente! Preparados?

No post anterior falamos um pouquinho sobre fotografia em família ou grupos de pessoas. Abordamos a parte conceitual, falamos sobre criatividade e liberdade de criação e comentamos também sobre fotos na horizontal e vertical. Hoje vamos falar sobre planos e ângulos de uma maneira prática e objetiva.

Você pode fugir do trivial e brincar com a questão dos planos e ângulos para suas fotografias. Algumas dicas básicas são muito importantes: lembre-se de analisar o ambiente onde a foto será feita. Tire o excesso, limpe a cena de objetos indesejados que possam roubar a atenção, determine como você quer que o espectador “sinta” a sua foto. Enquadrar vai além de “encaixar todo mundo na cena”! Use seu senso estético e narrativo, faça escolhas a respeito de pessoas, objetos e cenários que estarão presente na sua composição.

 

Sobre planos e ângulos


Plano
é o enquadramento, a forma como o assunto será posicionado na imagem. Você pode fazer fotos em planos:

- fechado/close (dando ênfase a um detalhe);
- fotos em primeiríssimo e primeiro plano (onde você procura a parte mais importante da pessoa/cena, aquilo que você quer retratar com maior importância);
- plano americano (representa 3/4 do corpo da pessoa) ou plano geral (corpo inteiro);
- plano panorâmico (onde você faz um enquadramento mais aberto, capturando não só as pessoas como o cenário onde elas estão).

 

Casal ALTA-57       1234714_10151756069228260_1316380476_n (1)         1174438_10151756060863260_1612400809_n

 

Ângulo é basicamente a altura, a posição da câmera em relação ao objeto. Ele interfere na interpretação da imagem. Veja:

- ângulo normal (onde a câmera se posiciona no nível dos olhos da pessoa a ser fotografada ): transmite ideia de objetividade, estabilidade, tranquilidade);
- plongéé (quando a câmera está posicionada de cima para baixo, acima do nível dos olhos): pode provocar a sensação de opressão, fragilidade, intimidação;
- contra-plongéé (câmera abaixo do nível dos olhos, posicionada de baixo para cima): produz a sensação de alongamento, grandeza, imponência.

 

537217_10151734387293260_1350973592_n 1174687_10151756070323260_2122467597_n 180727_499871708259_7983283_n

 

 

 

 

 

Diante desses conceitos, sugerimos que você pegue sua câmera e crie! Brinque! Ouse!
Teste diversos planos e ângulos, faça combinações entre eles! Nada melhor do que a prática para exercitar nossa criatividade, certo?

 

Espero que tenham gostado!
Até breve, pessoal!

Leila Ferrazzo.